[1]
Carvalhal, T. 2019. NÃO ERA DE CISPERAR? CISGENERIDADE, INTERSECCIONALIDADE E MEDICALIZAÇÃO. Anais Seminário Internacional A Educação Medicalizada. 1, 1 (jul. 2019), 623-633.